Eliminando as dívidas

03 passos para eliminar as dívidas de forma definitiva

Se você está vivendo endividado, está com as contas no vermelho ou simplesmente está passando por um momento difícil e não tem ideia de como sair dessa situação, este artigo traz um passo a passo direto ao ponto para você colocar suas finanças em ordem e livrar-se das dívidas. É preciso ter muita calma quando se está inadimplente, estar endividado nem sempre é um problema, o problema é quando não se consegue pagar este compromisso.

Existe  um velho  ditado que  todos conhecem que  diz: “Dinheiro não traz  felicidade”. O dinheiro em  si realmente não faz ninguém  feliz, mas muitas pessoas não percebem  que a falta dele é a origem de boa parte  dos problemas de relacionamentos familiares. Se  falta dinheiro para um reparo na casa, o problema  é visto como desleixo; se não sobrou dinheiro para um  presente de aniversário o problema é visto como falta de carinho. É claro que muitos problemas podem ser resolvidos com soluções criativas, mas algumas crises familiares têm origens financeiras e ninguém acaba percebendo.

01 – Diagnosticar

A primeira  fase, de diagnóstico  é dividida em duas partes.  Antes de renegociar ou pagar  seus devedores você precisa saber  exatamente o real tamanho da sua dívida  e fazer um diagnóstico financeiro registrando todas  suas receitas e despesas atuais.

Para  fazer o  levantamento  de sua dívida  é necessário conhecer  bem seus credores, valores  e a taxa de juros de cada dívida.  Faça uma lista com todos os seus financiamentos  e empréstimos, incluindo compras parceladas no cartão  de crédito e cheque especial. Para cada dívida, anote  o valor das parcelas e o total do saldo devedor, prazo  remanescente e taxa de juro. Se o contrato estiver inadimplente,  liste também eventuais valores de multa e juros. Saber essas informações  separadamente é importante para facilitar uma futura negociação. Se você não  souber todas as informações sobre o que está devendo, peça-as ao seu credor.  Não se intimide ou se envergonhe, não importa se seu credor seja um banco ou uma  loja, você tem o direito de receber seu saldo devedor atualizado. Caso a empresa se  recuse a fornecer as informações ou você ainda tenha dúvidas sobre os valores, procure  uma entidade de defesa do consumidor. A segunda parte consiste em conhecer seu fluxo financeiro  atual, sem saber quanto você gasta atualmente, fica difícil ter uma noção de quando você irá conseguir  quitar as suas dívidas. Igualmente importante é conhecer todas as suas receitas, incluindo comissões, gorjetas  e adiantamentos. Para isso, você deve montar uma planilha com todas as suas receitas e despesas mensais. Essa  é uma das etapas mais difíceis para a maioria das pessoas, por não possuírem muito conhecimento com Excel ou aplicativos  financeiros acabam não iniciando esse controle, mas essa listagem de ganhos e gastos pode ser facilmente feita com papel e caneta,  anotando os valores e fazendo o somatório ao final do período. Para que nenhum gasto não recorrente acabe ficando de fora do seu levantamento,  o ideal é que você anote tudo durante um período de mais ou menos três meses, você poderá se surpreender com o valor das despesas que antes nem  eram incluídas em seu orçamento.

02 – Negociar

Agora  que você  já conhece  todos os detalhes  das suas finanças é  hora de começar a planejar  suas ações. Seja inteligente e  saiba priorizar as dívidas ao escolher qual  será paga primeiro.

Preferencialmente  procure pagar a que  possui a maior taxa de  juros, geralmente as de cartão  de crédito e cheque especial. Depois,  priorize a dívida de valor mais alto.  Negocie, procure primeiro reduzir o valor  da dívida sabendo o valor exato que pode oferecer.  Lembre-se que seu credor tem tanto interesse em receber  a dívida quanto você tem em pagá-la. Novamente não se intimide  ou se envergonhe, neste momento é importante ser sincero, deixe clara  a sua real situação financeira e o quanto de fato pode pagar, e só faça  uma proposta de pagamento se de fato você conseguir honrá-la. Outro fator a ser  observado é o valor da parcela mensal, liquidar contratos com prestações mais altas  pode dar um alívio imediato no fechamento do seu orçamento mensal. Essa análise deve  ser feita com muita calma. Caso não seja possível quitar a dívida, é hora de renegociar.  Peça uma redução na taxa de juros ou um alongamento de prazo com parcelas menores. Outra opção  é trocar dívidas caras por outras mais baratas, você pode fazer um empréstimo pessoal ou crédito consignado,  que são linhas com taxas de juros menores para quitar suas contas em atraso, a fatura do cartão, o cheque especial  e outras despesas importantes. Se a sua situação estiver muito feia, essa decisão será primordial para que você consiga  colocar as suas contas em dia. Resolva um problema de cada vez e, com o tempo, terá quitado todas as suas dívidas, não  tente fazer acordos com vários credores ao mesmo tempo. Veja o quanto você pode pagar por mês e nunca aceite nenhuma proposta  que não caiba no seu orçamento.

03 – Quitar

Depois de conhecer sua vida financeira e planejar suas ações, chegou a hora de sair do vermelho de fato. Saiba que para sair das dívidas você terá que repensar o seu padrão de vida, precisará abrir mão de alguns luxos para conseguir conquistar seu objetivo, afinal de contas, se você já se endividou é porque gastou mais do que poderia e isso precisará mudar nos próximos meses. Essa mudança poderá ser feita de duas formas, diminuindo seus gastos, ou aumentando suas receitas. Não se esqueça de envolver sua família: converse e peça a ajuda de todos. A ideia é que a situação de aperto seja temporária.

Faça  uma lista  de cortes que  podem ser feitos  no seu orçamento, procure  reduzir as despesas que são  de primeira necessidade, como as  contas de luz, gás, água e supermercado.  É hora de comparar e negociar os preços dos  produtos que você for comprar. Abra mão do consumo  por um tempo, será que você não tem muitas despesas com  serviços que não está utilizando? Cancele algumas coisas que  você não precisa pra viver. Corte qualquer gasto excessivo se seu  caso for mais grave, talvez seja preciso cortar totalmente as despesas com  lazer ou reduzir bruscamente custos fixos. Você pode começar a correr na rua  ou fazer exercícios em casa ao invés de ir para a academia. Lembre-se que essas  atitudes são temporárias, e se você conseguir reduzir seus gastos por um período, mais  rápido alcançará seus objetivos. Depois você pode ir gradativamente readquirindo os serviços  de que você abriu mão. PASSO 03 | Quitar Verifique também se você consegue aumentar suas receitas.  Faça uma lista de ideias para gerar renda extra. O que pode ser feito para complementar o seu orçamento?  Se você tiver alguma habilidade, procure fazer bicos e trabalhos em horários alternativos. Existem inúmeras alternativas  como fazer doces e comidas para vender, revenda de produtos como Avon e Natura, etc. Procure fazer horas extras. Outra  opção a se considerar é vender alguns pertences seus que não estão sendo tão utilizados, troque seu carro por um modelo de  menor valor e faça uma lista de outros objetos de valor como roupas, relógios, bicicleta, aparelhos, etc. Hoje existem inúmeros  grupos de classificados no Facebook ou anuncie em sites como o OLX. Se for possível ganhar mais, invista seu esforço em aumentar  sua renda.

Cuidados

Procure negociar suas dívidas o quanto antes, mas não tenha pressa em resolver seu problema. Se você demorou um tempo para se endividar, não será da noite para o dia que quitará seus débitos. Jamais deixe de pagar impostos ou serviços essenciais e também não tente manter investimentos enquanto paga empréstimos com juros altos.

E por último, mas não menos importante, cuidado para não cair em golpes com promessas de limpar seu nome de forma fácil ou sem pagar suas dívidas, nem em oportunidades de ganhar dinheiro fácil  com promoções milagrosas.

1 comentário em “Eliminando as dívidas”

  1. Pingback: Meu app de controle financeiro - Coinkeeper - Carlos Hayashi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.