O que os jovens esperam do trabalho no futuro.

Royal Bank of Canada

Eu estava dando uma olhada no LinkedIn e encontrei um post do BuzzFeed compartilhado pelo perfil do banco RBC do Canadá. Neste post dez jovens canadenses dizem o que pensam e o que esperam do trabalho no futuro.

1. O aprendizado integrado ao trabalho.

O fracasso quase não está presente no âmbito escolar, por isso programas de estágio e Jovens Aprendizes são tão importantes. Viver a experiência de ambiente de trabalho enquanto se está aprendendo é fundamental para o autoconhecimento e desenvolvimento dos jovens.

2. Cada vez mais pessoas escolherão trabalhos que contribuam em alguma coisa com o mundo.

Os jovens das novas gerações estão cada vez menos preocupados exclusivamente com o sucesso na carreira e se importando mais com o seu bem estar e o bem estar das outras pessoas. O conceito de “ganha-ganha” está tomando outros rumos e novas visões.

3. Aprender que fracassar no trabalho é algo normal, e que na verdade isso faz parte do processo.

O fracasso sempre teve um peso maior na cultura brasileira do que na norte-americana. Hoje cada vez mais os jovens estão aprendendo a desenvolver habilidades com o fracasso e a lidar com eles. “Ok, isso falhou. Vamos ver como falhou e por que falhou, e vamos descobrir como para que não falhe da próxima vez.”

4. Você nem sempre terá tudo planejado, mas tudo bem.

“Encontre sua paixão, e se você não a encontrou, tudo bem. Desafie-se e faça as coisas que o deixam com medo.” Arrisque-se

5. Existem algumas lacunas na educação, mas tudo bem também.

As habilidades que os jovens vão precisar no século XXI, são diferentes das habilidades do século XX que ainda são ensinadas nas escolas. Essa lacuna traz algumas incertezas, mas ao mesmo tempo empurra os jovens a pensarem: “Se realmente quero seguir meus sonhos ou minha paixão, terei que aprender essas coisas por conta própria.”

6. Reconhecer o valor do aprendizado de novas habilidades, e rodear-se de pessoas que estão no mesmo caminho.

A internet hoje possibilita o aprendizado de qualquer habilidade em qualquer lugar a qualquer momento, coisa que era impossível a pouquíssimo tempo atrás. E as redes sociais possibilitam a aproximação de pessoas com o mesmo interesse.

7. Ter uma rede de networking sólida é uma questão apenas de encontrar as pessoas certas.

Ter uma rede na qual você pode ligar para alguém, e você pode se explicar e eles dizem: ‘Eu simpatizo totalmente com isso; passei por algo muito semelhante’, é a melhor sensação do mundo.

8. Não trate o networking como networking e você se sentirá mais confortável.

Vá a eventos e faça amigos, não pense apenas em “estou tentando conseguir algo de você”. E se algum tipo de relacionamento surgir e ambos conseguirem algo, ótimo!

9. É tudo uma questão de equilíbrio.

O bem-estar mental deve estar 100% alinhado com a mente, corpo, espírito. Tudo afeta um ao outro. Esteja sempre tentando trabalhar para ser saudável e equilibrado como um ser humano inteiro e não focado tanto em uma ou outra.

10. Não tenha medo de ser vulnerável.

Lembre-se que a coisa mais importante é sempre saber que não estamos sozinhos em nada pelo que estamos passando. Podemos não estar passando exatamente pelas mesmas coisas que as outras pessoas, mas sendo honestos consigo mesmos e vulneráveis ​​e [ lembrando] que a vulnerabilidade é força.

Se você está com medo, adivinhe: As outras pessoas também estão. Não se subestime e não superestime as outras pessoas.

Clique aqui para ver o post original.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.